Diretores:

Sergio Pascoal Pereira

 

Engenheiro Químico.

Especialista em Engenharia Ambiental pela Faculdade de Saúde Pública da USP.

Especialista em Administração Industrial pela Escola Politécnica da USP.

Docente na área de Engenharia Ambiental em cursos de especialização, tendo ministrado aulas na FAAP, Universidade Mackenzie, Faculdades Oswaldo Cruz e Faculdade Santa Cecília em seus cursos regulares.

Trabalhou na CETESB e  SMA - Secretaria Estadual do Meio Ambiente por 25 anos. Iniciou sua carreira como técnico químico em 1978, sendo promovido a engenheiro em 1980 onde até 1994 atuou na Diretoria de Controle da Poluição exercendo atividade fiscalizadora, adquirindo grande experiência no conhecimento de processos industriais e de mineração.

Ainda em 1994, passou a exercer cargo de Gerente de Departamento e posteriormente de Assistente Executivo junto a Diretoria de Engenharia, onde coordenou programas de grande relevância ao controle da poluição ambiental do estado de São Paulo, podendo se destacar a "Operação Rodízio" o desenvolvimento de novos indicadores da qualidade das águas como o IAP – Índice de Qualidade de Água Bruta para fins de Abastecimento Público e o IVA – Índice de Proteção da Vida Aquática.

Na SMA, atuou como diretor da Diretoria de Saneamento e Energia do DAIA - Departamento de Avaliação de Impacto Ambiental, ocupou o cargo de Assistente executivo da CPRN - Coordenadoria de Proteção Recuperação e de Licenciamento Ambiental, tendo participado como Representante do Estado junto ao CONAMA das discussões sobre as alterações no Código Florestal. Foi   Diretor geral do DAIA, e membro do CONSEMA, tendo participado decisivamente na aprovação dos mais variados tipos de empreendimentos submetidos ao licenciamento ambiental do Estado, podendo se destacar entre eles os seguintes:

. Programa de privatização das Rodovias;

. Rodovia dos Imigrantes;

. Rodoanel Metropolitano;

. Grandes projetos urbanísticos;

. Aeroportos;

. Complexos minerários;

. Gasodutos;

. Termelétricas;

. Hidrelétricas;

. Linhas de Transmissão;

. Grandes complexos industriais;

. Aterros sanitários e Industriais;

. Unidades de incineração de resíduos;

. Sistemas de tratamento de água e esgotos de grande porte;

. Obras de ampliação e aprofundamento do Porto de Santos e

 Na definição das políticas públicas de interesse do Estado.

 

 

Galba de Farias Couto

 

Engenheiro Civil.

Formado na Universidade Federal do Ceara.

Trabalhou na CESP - Companhia Energética de São Paulo e na CTEEP - Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista, por 23 anos, iniciando sua carreira como engenheiro, atuou na área de projetos, gerenciando empreendimentos e participando no planejamento das empresas.

Exerceu cargo de Diretor da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental - CETESB, no período de 1999 a 2003, onde além das atribuições inerentes da função, coordenou e implantou o Programa de Gestão Empresarial integrando todas as áreas da empresa, o Sistema de Integração das Agencias Ambientais e coordenou o Programa de Monitoramento da Qualidade das Águas do Rio Tietê, com fonte de recurso do KfW, Banco alemão de fomento que financia projetos ligados ao meio-ambiente.

 

VOLTAR AO TOPO